sábado, 24 de janeiro de 2009

Pela não banalização do fura-olho

Dos milhares de assuntos que povoam a mente humana e enchem canecos de chopp, descobri um que ainda não achei simpatizantes para com a minha opinião: o significado do “fura-olho”.
Ps: E antes que perguntem: não, eu não estou com amigo de ex meu, nem com ex de amiga minha, mas já estive, admito sem problemas e tive razões emocionais para isso.

Annalisemos:

Personagens:

A = uma garota
B = um garoto
C = uma garota que conhece A
D = outro garoto qualquer


Situação 1: A ficou com B. Por alguma razão AB não vingou. B seguiu sua vida e A também. Hoje os dois sabem que se não deu, é porque não era pra dar. C começa a se interessar por B e B por C. Eles ficam.
Situação 2: A garota A ficou com o cara B. A na verdade nunca deu muita bola pra B e cortou os laços com B assim que conheceu D. Tempos depois, A descobre que C e B estão ficando.
Situação 3: A e B são namorados. Tudo era lindo e maravilhoso, até A ver que B não é exatamente o tipo de cara que ela quer, eles terminam, algum tipo de sentimento ainda perdura por algum tempinho e o sentimento que os prendia dá lugar ao sentimento de “não foi dessa vez e bola pra frente”. Passou-se os anos, C encontra B na balada, eles conversam, descobrem que têm um monte de coisas em comum, eles ficam.
Situação 4: A ficou com B. Por alguma razão AB não vingou. B seguiu sua vida e A também, mas ainda pensa muito em B. C, sabedora de toda situação, vai lá e dá em cima do cara, por diversão.
Situação 5: A ficou com B. Por alguma razão AB não vingou. B seguiu sua vida e A também, mas ainda pensa muito em B. C, sabedora de toda situação, vai lá e dá em cima do cara, porque eles se apaixonaram.

Em quais situações C é uma FO? A maioria, na verdade acho que todos que conheço, diriam que em todas as quatro. Na minha opinião, só na quarta.
Por que só nessa? Por que foi a única em que alguma das partes do casal “original” ainda sente algo pelo outro e a C (FO) nem gostar de B gosta, foi só por divertimento. O resto já não sente mais, em alguns casos nem chegou a sentir algo pelo par.
Acho ridículo e bizarro esse tipo de julgamento: achar que todo mundo que fica com conhecido de ex é FO. Isso é coisa de quem não resolveu tudo que tinha pra resolver ou ainda cultiva sentimentos amorosos dentro de si, mesmo que nunca admita. E se cultiva, favor ir atrás.
Pessoas que pensam ter o comando das que um dia passaram pela sua vida não são legais, tratam-nos como objeto: Toquei, agora é meu, pra sempre!
Agora só porque tiverem o dedo podre com um, o mundo do “podre” fede também? Quer dizer que um cara legal que eu posso ter uma relacionamento bacana (ou o homem da minha vida, por que não?) já não estará no grupo de conhecidos de algum ex meu? Não acredito que seja assim, senão Floripa-Ervilha se ferrou!

Paixões repentinas e inexplicáveis acontecem sim. Sentimento de posse é típico de pessoas mal-resolvidas. Ficar por ficar realmente é mau. Portanto pense bem antes de fazer e antes de julgar, pimenta nos olhos dos outros é refresco, não?

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

MQEM de férias

Sol, calor, praia! Fim de ano e começo de outro é sempre a mesma coisa. E o MQEM não poderia deixar de expressar-se dignamente!
Começando:
- O que vestem: o básico sempre cai bem: bermuda ou shorts (este último fica melhor, e acho que mais apropriado na verdade, quando o cidadão passar dos 30). Sunga? Bem, só se você puder ser capa da Men’s Health! Não meu caro amigo, você não precisa ter a barriga saradíssima nem o peitoral másculo, mas se não os tem, favor não agredir nossa visão com seus pertences. E claro, óbvio, lógico que: florais, muitas cores, tangas e brilhos só existem no vestuário feminino (no verão também).
- Onde sentam: em qualquer lugar, mas.... Deitar de costas? Só se for na canga da namorada pra fazer um agradinho nela, que também está deitada ali. E depois de 2 minutos ele já levanta porque a posição não é interessante. Homem que é homem não vai à praia para se bronzear, logo, não precisa acomodar-se nas posições corretas para o melhor aproveitamento dos raios solares.
- O que bebem: cerveja ou caipira de limão. Batida de côco com abacaxi ou caipira de maracujá não!
- O que lêem: jornal ou algum livro. Caras, Contigo ou Tititi never!
- Como se protegem: filtro solar em creme passado por uma exemplar do sexo feminino do grupo. No caso do clube do bolinha, uma jogada de filtro em cada ombro, uma esparramada no rosto e tudo certo (Isto não é algum tipo de apologia, estou apenas relatando a realidade). Óleo bronzeador Banana Boat? O comentário se torna inútil neste momento.

E não, MQEM não grita, não é grosso e não faz concurso de gases saídos dos orifícios superiores e/ou inferiores na praia. MQEM honra sua testosterona 26 horas por dia, mas sem perder a decência, faça chuva, sol ou muito deste.